Campeonato na Bielorrúsia não pára, presidente diz “Bebam Vodka para matar o vírus”

Aleksandr Lukashenko, presidente bielorrusso há 26 anos, reuniu com os ministros do governo para discutir o que considera ser “a psicose do coronavírus”, desdramatizando tudo o que está a acontecer.

O “Russia Today” avança que Lukashenko terá aconselhado a população a “lavar as mãos muitas vezes e a comer a horas certas”, brincando que “o vodka não serve para lavar as mãos”, mas deixando um conselho: “há que beber 100 mililitros ao dia para ‘envenenar’ o vírus”.

Depois, terá ainda explicado que “os chineses” lhe disseram “que o vírus morre” a uma temperatura superior “a 60.ºC”, e aconselhou a população a fazer uma “sauna quente, duas ou três vezes por semana”.

As declarações de vão em sentido oposto à de quase todos os líderes mundiais, e o português Dénis Duarte (ex-Vitória de Guimarães), que joga no Dinamo Brest, já se manifestou dizendo que “naquele país as pessoas não têm bem a noção do que está a acontecer em todo o mundo…”.

fawesfe

Fonte: tribunaexpresso.pt

Partilha com os teus amigos!