Casa de Vítor Catão alvo de buscas da Polícia Judiciária

A Polícia Judiciária do Porto efectuou hoje buscas na casa de Vítor Catão, dirigente do São Pedro da Cova. Também o clube foi alvo de buscas por parte dos inspectores.

Em causa estão vários presumíveis cr1mes cometidos sobre o empresário César Boaventura. Vítor Catão não foi constituído arguido na altura. Deverá sê-lo nos próximos dias, e ser notificado nesta qualidade para prestar declarações.

Recorde-se que na altura, foi o próprio Catão que, dentro do carro do empresário, fez um vídeo onde era bem visível um outro elemento a guardar a porta para César Boaventura não poder sair, enquanto que o dirigente do São Pedro da Cova, e adepto do FCP, “fazia o que queria” do empresário.

Mais tarde viria tentar defender-se na televisão, lançando suspeitas sobre o Benfica (ver aqui). O empresário César Boaventura já comentou o caso dizendo: “a justiça tarda mas não falha”.

Partilha com os teus amigos!