Juiz aperta Francisco J. Marques e dá-lhe um aviso

O director de comunicação do FCP vai ter de arranjar um enredo melhor, porque o juiz não “engoliu” nada do que ele disse! O juiz insistiu várias vezes em determinados pontos, porque não estava a ficar convencido da história que Francisco levava estudada para lhe contar.

A dada altura chegou mesmo a fazer-lhe um aviso: “o facto de não estar a insistir consigo em algumas coisas, não quer dizer que esteja convencido do que está para aí a dizer”.

O porta-voz de Pinto da Costa continua a insistir no “interesse público” do que fez, no entanto já não há “interesse público” quando se trata de divulgar os 8 jogos do FCP que estão sob suspeita de corrupção, depois de um dos intervenientes no esquema se ter arrependido e confessado tudo(ver aqui).

Ó Francisco, como disse o juiz: “não queira fazer de nós parvos”.

Partilha com os teus amigos!