Juiz perde a paciência e deixa AVISO a Bruno de Carvalho

Pelas 10h14 desta quarta feira, Bruno de Carvalho chegava ao Tribunal de Instrução Criminal, em Lisboa, na companhia da irmã Alexandra. Cerca de 30 minutos depois começava o debate instrutório do ataque à Academia de Alcochete. Estavam 32 arguidos na sala.

Emanuel Calças, o pequeno gestor das redes sociais do Sporting à data dos factos, de 21 anos, pediu a nulidade de todo o inquérito, Bruno de Carvalho ao que parece não gostou e gerou-se um momento de tensão no tribunal: “Senhor Bruno de Carvalho, não lhe digo outra vez para estar calado. Não veio para aqui para estar a falar com ninguém”, disse o juiz para o ex-presidente leonino, que se envolveu numa troca de palavras acesa com o advogado do ex-gestor das redes sociais do Sporting.

Partilha com os teus amigos!