Sérgio Conceição cuspiu num adversário e atirou a camisola contra o árbitro

Corria o ano de 2006 quando o actual treinador Sérgio Conceição era o capitão de equipa do Standard Liège e foi suspenso pelo Comité Desportivo da União Belga de Futebol, na sequência de ter atirado a camisola à cara do árbitro Peter Verveken, após ter sido expulso por cuspir num adversário.

Uma atitude que quase custava a Sérgio Conceição o final da carreira, caso a União Belga de Futebol lhe tivesse aplicado a pena mais pesada prevista nos regulamentos daquele país(5 anos de suspensão). As suas exibições no Standard de Liège já lhe tinham valido a braçadeira de capitão, a qual lhe foi retirada após este incidente. O clube também multou o internacional português.

Ontem assistimos a um espectáculo deplorável. Após a derrota, e agora como treinador(com mais responsabilidade, e que portanto devia dar o exemplo), dirigiu-se ao treinador do Paços de Ferreira e cuspiu-lhe. Ficamos agora a aguardar que o Conselho de Disciplina faça rapidamente o seu trabalho, tal como faz quando se trata do Benfica.

Fonte: CM

Partilha com os teus amigos!