Sporting recebe “perdão” de 100 milhões de dívida à banca

O jornal “O Jogo” avança com alguns pormenores do acordo entre a SAD leonina e os principais bancos credores de dívida, com destaque para uma “redução” (entenda-se, perdão) significativa do valor da dívida.

Segundo essas informações, a SAD liderada por Frederico Varandas conseguiu um acordo envolvendo três partes, e tira partido de algumas regras bancárias, que incita os bancos a verem-se livre de dívida.

O Sporting deve ao todo cerca de 362 milhões ao BCP e ao Novo Banco. O acordo prevê que os dois bancos cedam parte da dívida a uma entidade privada, que assim fica como credora.

Ora essa entidade é a Apollon, o fundo que tem uma parceria com a SAD dos leões. Os bancos vão “vender” um valor entre 200 e 220 milhões de euros da dívida do Sporting, perdoando assim cerca de um valor superior a 100 milhões de euros à SAD.

A SAD do Sporting vai pagar cerca de 40,5 milhões de euros para reaver as VMOCs, evitando assim que estes se tornem em acções da SAD. Na altura, o Sporting recebeu cerca de 135 milhões por essas mesmas VMOCs. Ou seja, vai pagar cerca de 1/3 daquilo que recebeu, o resto da dívida assumem os bancos, recapitalizados pelos portugueses.

Recorde-se que em 2018 os leões receberam outro “perdão” da banca (ver aqui), quase do mesmo valor, 94 milhões.

Fonte: zerozero.pt

Partilha com os teus amigos!