Tiago Martins sai do Estádio da Luz debaixo de um coro de assobios

Tiago Martins e a equipa de arbitragem que lidera bem tentaram inclinar o campo durante o Benfica – Vitória de Setúbal, mas uma vez mais o Benfica conseguiu arrecadar os 3 pontos que eram precisos, mesmo a jogar contra 15, como aliás tem sido comum nas últimas jornadas.

Nada que não estivéssemos à espera, pois já na pré-época o mesmo Tiago Martins mostrava serviço aos mesmos do costume, (como mencionámos aqui), fechando os olhos a um penálti claríssimo contra o FCP, e portanto já na pré-época se fazia prever o que aí vinha.

Mas se recuarmos mais uns meses, até Abril passado, lembra-se de como o FCP ganhou ao Rio Ave no Dragão? Lembra-se quem era o homem do apito? Acertou, era o Tiago Martins, pode rever aqui o penálti que ele “não viu”, e que mais uma vez, por coincidência, acabou por favorecer os mesmos de sempre.

O que não esperávamos (e talvez nem o próprio), era que nesta jornada houvessem lances e casos praticamente iguais, e que ele tivesse de decidir de formas diferentes, o que acabou por dar demasiado nas vistas.

Começou por “não ver” um penálti a favor do Benfica, mais tarde, em lances quase iguais (ainda por cima o do Taraabt é menos grave pois faz-se à bola), e separados por escassos minutos, ao Mansilla mostrou amarelo devido à entrada sobre Rafa, já quando foi o Taraabt foi rápido a puxar do cartão vermelho.

Aflito, porque o tempo estava a passar e o Benfica ainda estava a ganhar mesmo reduzido a 10 unidades, conseguiu ainda mostrar um amarelo ao Odysseas, por este fazer uma vez, o mesmo que o guarda redes do Vitória de Setúbal passou a noite toda a fazer, repetidas vezes:

.
No final, ao sair do relvado, levou uma assobiadela à Benfica dada pelos 50.000 adeptos presentes no estádio, mas certamente feliz por ter cumprido a sua missão, pois “errar” hoje em dia não tem problema, desde que seja contra o Benfica.

Partilha com os teus amigos!