Segundo golo do Benfica anulado por “não fora-de-jogo” por Luís Godinho

Um lance quase igual ao do primeiro golo (ver aqui), e que portanto está abrangido pelas mesmas regras de jogo, aquelas regras que vigoram abaixo do Mondego.

Num primeiro momento Vinicius estaria em fora de jogo posicional se recebesse a bola. O problema é que Vinicius não só não tenta fazer-se ao lance, como a bola é interceptada por um defesa do Gil Vicente, iniciando portanto uma nova jogada.

Por conta dessa má decisão de Luís Godinho, o Benfica viu-se na posição de ter de defender a margem mínima até ao fim dos 90 minutos. Uma decisão errada, que só não teve influência na pontuação da Liga porque não calhou:

Partilha com os teus amigos!