Penálti por marcar a favor do Boavista

O Benfica não escorregou nos Açores apesar de Artur Soares Dias tudo ter tentado para que Santa Clara levasse pelo menos um ponto, como pudemos ver neste penálti que ficou por assinalar (aqui), entre outros lances no mínimo, duvidosos.

Para piorar a tarefa do FC Porto, quatro jogadores – 3 deles titulares – foram para uma festa até altas horas, o que não deixou alternativas a Sérgio Conceição senão não os convocar sequer, para o encontro com o Boavista.

Para resolver todos esses problemas duma virada, o que faz o Conselho de Arbitragem? Nomeia Vasco Santos para VAR. O mesmo que ofereceu a vitória ao FCP frente ao Portimonense ao confirmar um não-penálti que Rui Costa marcou (ver aqui), e que dias mais tarde veio admitir que errou (aqui).

Um “erro” de resto muito semelhante a outros erros (como este na época passada) do mesmo árbitro e que valeu 3 pontos ao FC Porto, e que em vez de resultar no afastamento de Vasco Santos dos jogos do FCP, tem precisamente o efeito contrário, já que o CA consecutivamente o nomeia sempre que o FC Porto está numa situação complicada.

Na deslocação ao terreno do Boavista não foi diferente. Mal tinha começado o encontro e a equipa da casa consegue chegar à área do FC Porto, apenas para Heri ser travado em falta por Mbemba com o cotovelo. Um lance de VAR, e Vasco Santos “não viu nada”, outra vez…

.
Pelo meio ainda houve tempo para vermos um portista, Ricardo Costa, fazer o mais difícil:

.
Mas a culpa nem é dele, é de quem mesmo sabendo o que ele tem feito por onde passou, o colocou neste encontro…Lito Vidigal, que se dá muito bem com a estrutura do Porto, tão bem que até têm reuniões em hotéis nas vésperas de encontros decisivos (ver aqui).

Se não é assim, então qual a explicação para aos 85 minutos, a perder por 1-0, Lito Vidigal trocar um avançado por outro avançado? E qual a explicação para próximo do final, ainda a perder, não estar ninguém na frente, e o Boavista estar a recuar no terreno quando deviam avançar todos? Tal atitude não passou despercebida nem aos comentadores estrangeiros que relataram a partida, que até estavam pasmados.

wesf

Por isso fica claro que nesta Liga existe o Benfica e os outros, e o Benfica se quiser revalidar o título não lhe basta “jogar à bola”, tem de fazer muito mais que isso, pois existe todo um esquema para que a equipa do norte ganhe este campeonato…e que jeito dava às contas do clube.

Partilha com os teus amigos!